sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Modo de preparo

1-Misture a gema,a margarina,o óleo,as pitadas de sal,e o açúcar em uma vasilha.
2-Aos poucos adicione trigo.
3-Espalhe em uma forma  que solte as laterais.
4-Faça pequenos furinhos  com o garfo  no fundo.
5-Leve para assar em forno pré-aquecido por uns 20 minutos.
6-Retire e recheie.
7-Volte ao forno ate dourar.

Dica:O ponto da massa  se dá n hora em que ao fazerum "furinho"  com os dedos, ela fique firma.

Torta de limão (massa podre)

Massa:1 gema
            250g de margarina
250g de óleo
1 pitada de sal
1 colher de chá de açúcar.

Recheio:1 lata de leite condensado misturadas com 6 colheres de suco de limão.
Cobertura:2 claras batidas em neve
trigo para amassar.

domingo, 24 de outubro de 2010

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O maior limão do mundo...........

..............O maior limão do mundo que se tem noticia  foi um da variedade siciliano,apresentado em 8 de janeiro de 2003,em Kefar Zeitim,Israel,e foi cultivado por Aharon Shemoel.Pesava 5,265 kg.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

limãozinho..................



  Quem não ouviu falar das propriedades medicinais do limão e dos seus benefícios para a saúde? Ao longo dos anos a História tem sido testemunha da utilização deste valioso citrino, para fins curativos.

Desde tempos imemoriais que o limão tem sido um dos frutos mais utilizados pelo Homem.
Os primeiros indícios da sua existência, têm mais de 4.000 anos de antiguidade e foram encontrados no sudeste asiático e no nordeste da Índia, perto do Himalaia, mas também se conhece a presença de limoeiros nos vales dos rios Tigre e Eufrates e arqueólogos descobriram restos de sumo de limão nas paredes pintadas do Vale dos Reis, o que faz supôr que o limão e o seu sumo era utilizado no embalsamamento das múmias.

Para os antigos egípcios, o limão era usado como remédio eficaz para o tratamento de cólicas e da febre além disso, era também utilizado como afrodisíaco.

Naqueles tempos e ainda hoje em certos locais do este da Turquia, assim como do Oriente Médio e Próximo, pensa-se que o consumo de limões e do seu sumo é uma protecção eficaz contra muitos venenos.

Os estudiosos pensam que foi Alexandre Magno, Rei da Macedónia, quem deu a conhecer o limão aos gregos, ao trazê-los das suas conquistas em território persa, já que os chamavam maçãs persas.

Os gregos criam que se plantassem limoeiros nos seus olivares, podiam eliminar as pragas.

Os gregos também usavam o sumo do fruto maduro conservante de alimentos, como desinfectante e também como tratamento para diferentes doenças e afecções vulgares.

O conhecimento do limão foi transmitido pelos gregos aos romanos, que no princípio o utilisavam quase só para afastar os insectos das suas roupas de lã.

Foram os escravos persas que ensinaram aos romanos outras utilizações deste fruto, como o seu uso na culinária e como bebida refrescante.

Os romanos, nas campanhas utilizavam o limão como produto principal da sua cozinha e, assim, extenderam o seu uso pelos territórios que conquistaram: Espanha, França, norte de Itália e também no norte de África.

A um período de grande apreciação tanto para curar doenças, como para refinar pratos de cozinha, seguiu-se um curto período em que foi práticamente excluída a sua utilização, chegando a atribuir-se-lhe efeitos nocivos e atá venenosos, durante a baixa Idade Média.

Felizmente que esta forma de pensar não durou muito e, pouco tempo depois, marinheiros portugueses e espanhóis, encarregaram-se de difundir a sua utilização por todo o Mundo.

Em 1493 Cristóvão Colombo plantou os primeiros limoeiros no Haiti, donde se expandiu o seu cultivo por todas as ilhas do Caribe.

Em 1579 foram descobertos os primeiros limoeiros do Novo Mundo, na Flórida.

A sua expansão foi muito rápida e tornou-se uma das árvores mais utilizadas para decorar jardins de reis e imperadores.

Nos dias de hoje é impensável falar de cozinha, cosmética ou medicina natural, sem falar no limão.

Na segunda parte deste artigo daremos algumas indicações e sugestões para utilização deste maravilhoso citrino.

Propriedades e utilização

Como já se disse a medicina popular tem utilizado desde há muito, o limão como remédio eficaz contra várias doenças, aproveitando a polpa, o sumo, a casca e o seu óleo essencial.

A polpa e em menor quantidade o sumo de um limão, contém muitas substâncias nutritivas que são imprescindíveis para qualquer ser vivo. Mais de 90% do fruto é vitamina C, que se encontra no sumo; o cálcio são 2/3 e o ferro é apenas 1/3 do seu conteúdo.

Todo o valor das substâncias internas que contém se aproveita quando se come a polpa do limão. Mesmo que a princípio esta tenha um sabor amargo, as papilas gustativas acostumam-se rapidamente ao seu sabor.

Um limão contém as seguintes substâncias:

90 g de água -
30 mg de magnésio -
3,2 g de hidratos de carbono -
16 mg de fósforo -
1,2 g de fibra -
11 mg de cálcio -
0,7 g de albumina -
3 mg de sódio -
0,6 g de gordura -
450 ug de ferro -
150 mg de potássio -
55 mg de vitamina C -
170 ug de niacina

Sabe-se que os ácidos da polpa dos citrinos estimulam as glândulas salivares. O limão deve fazer parte da dieta de pessoas de idade, já que este grupo etário tem falta de saliva que é muito importante para as digestões.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Curiosidades sobre o limão

Vamos ver aqui algumas curiosidades sobre esse carinha.....
-Tomar suco de limão ao acordar ou 30 minitos antes das refeições auxiliam no emagrecimento.
-A vitamina C pretencializa  a absorção de ferro pelo organismo.
-A ingestão de limão  ajuda a abaixar febres.